quinta-feira, outubro 28, 2010

Taxa de flatulências

Depois do "PEC 2", "PEC 3" e "PEC 3 e meio porque o resto vai na outra pen", heis que o governo presta-se a adicionar mais uma medida de austeridade: para o orçamento de 2011 está prevista uma taxa de 1,5% nas flatulências dos portugueses, o que significa um aumento de 100% em relação ao ano anterior.

O ministro das Teixeira dos Santos justificou esta medida com o facto de grande parte dos portugueses se estar a cagar para o défice, para as despesas exageradas do estado, para a política e para o estado geral do país. "Os portugueses têm que perceber que não podem apenas pensar nas suas vidas e no dinheiro que lhes falta todos os meses. É preciso que percebam que o país encontra-se numa posição complicada em relação aos mercados estrangeiros e estes, não vêm com bons olhos a grande quantidade de enxofre no ar".

- "É uma injustiça!" - diz um popular de bigode - "Eu flatulo há mais de 30 anos e nunca pensei chegar a este ponto. As minhas flatulências são das mais apreciadas na família. Quando nos juntamos todos no Natal, eu e os meus primos conseguimos tocar o "Noite Feliz" ao som das flatulências de cada um. Com esta crise, com mais este imposto, o nosso Natal já não será mais o mesmo. Até terei que ponderar se não vou mesmo retirar os meus dois filhos da Academia de Música em Flatulências, pois estou a ver que o dinheiro já não vai chegar para tanto." - afirmou para terminar com uma flatulência em bemol!

Para o Ministro, esta medida tem estimado um encaixe financeiro de 1,3 mil milhões de euros para os cofres do estado e 500 mil euros a distribuir por 10 deputados. Afirma ainda que não estão previstos escalões. A taxa será a mesma quer para quem tenha o recto apertado ou mais largo.

8 comentários:

Tilt disse...

E os arrotos pá? Taxam a flatulência e não mexem nos arrotos??? Achas isso correcto???

A.C. disse...

Notícia de última hora: Associação transmontana da feijoada pondera cancelar o evento que organiza anualmente e que é mundialmente conhecido: A Amostra da Feijoada já na sua XXXVI edição. A revista Caras também está a ponderar cancelar a feijoada que realiza anualmente com figuras conhecidas. Activistas pró-feijoada dizem que ponderam cortes de algumas vias secundárias. Entrevistado um desses activistas, ele respondeu que "Se a lei tivesse entrado antes da inauguração da Ponte Vasco da Gama, já todas as dívidas públicas estavam pagas (e ainda com dinheiro para sobreviver aos próximos 30 anos) após a grande feijoada que lá se realizou"

Mene disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mene disse...

Entretanto o governo anunciou uma alteração a este diploma, com a introdução de pacotes de desconto para os cidadãos residentes nos concelhos onde estarão a flatular.

Assim, cada cidadão terá um desconto de 10 flatulências grátis por mês, mais 15% de desconto caso a flatulência seja realizada sem recurso ao som. Desta forma, o Governo prevê um equilíbrio mais justo entre todos, nesta nova taxa.

Para recorrer a este desconto, o contribuinte deverá dirigir-se à empresa que realiza o tratamento de resíduos do seu concelho de residência e entregar uma declaração médica comprovando problemas intestinais, fotocópia do cartão de sócio da Associação Portuguesa de Merdas(facultativo) e umas cuecas com selo.

A.C. disse...

Isto é motivo para dizer que não será um pacote de descontos, mas sim descontos no pacote...

AnakinSkyWoka disse...

Isto é gravissímo!
Claramente uma medida que penaliza os mais desfavorecidos.
Logo esses que combatem diariamente os barões, donos das grandes superfícies comerciais, não deixando morrer o pequeno comércio através da aquisição massiva de doses industriais de latas (das grandes) de feijão vermelho (o frade também é bom mas os peidos soltados por este não atingem os décibeis do vermelho) produzido pela nossa ilustre Compal.

Kaixas disse...

E tudo o vento levou...

Tilt disse...

Nao comeceis a fumar só tabaco não....

SiteMeter

 
Copyright © 2010 Grupo de Jograis Universitários do Minho - Jogralhos. All rights reserved.
Blogger Template by
Licença Creative Commons
Jogralhos by Jogralhos is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.
Based on a work at jogralhos.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://jogralhos.blogspot.com/.