segunda-feira, outubro 25, 2010

Epístola de José aos Lusitanos..

"Naqueles tempos vivia a terra Lusa em banho maria. As laranjas predominavam no país e o povo não andava feliz. Mais infeliz ficou quando uma das laranjas foi escolhido para governador da província europeia, deixando os lusos entregues a uma laranja brincalhona e entendida em divórcios. O povo ressentiu-se e clamou aos céus por ajuda. Foi nessa altura que apareceu o Salvador, o filho da Rosa. Vindo das florestas onde tratava do ambiente dos lusos, o Salvador falou ao coração do povo, enchendo-o de fé pela Rosa, prometendo-lhes milagres em massa. E pelas terras Lusas passeou , levando a sua mensagem. Com ele iam os seus discípulos e apóstolos. E entre todos fizeram chegar a mensagem às mais remotas regiões dos Lusos. Foi nessa altura que se veio a passar um ajuntamento Luso , normalmente realizado de 4 em 4 anos, sem ser o Mundial de Futebol que é uma religião à parte, e em concílio decidiram seguir o Salvador, o Filho da Rosa. Rejubilaram todos os Lusos, menos os laranjas, e deu início à sua evangelização o Filho da Rosa. Multiplicaram-se os discípulos, os apóstolos e os ajudantes dos secretários dos pré discípulos. A palavra da Rosa foi espalhada aos 4 cantos da terra, fazendo fé em todos os assuntos, mesmo na justificação de doença. O Filho da Rosa levantou-se em todo o seu esplendor, e o brilho que dele emanava ofuscava todos que tinham a ousadia de se atravessar no seu caminho. Foi nessa altura que começaram os milagres. O Filho da Rosa, indignado com as condições que as crianças Lusas tinham, levantou os braços aos céus e clamando assim falou ao povo : " Deixem vir a mim as criancinhas!!! Em verdade vos digo, mais facilmente entrará no Reino da Rosa uma criancinha que sem saber ler nem escrever acabe o ensino obrigatório que um de vós, que sabendo ou não ler, teimais em querer uma educação digna. E mais vos digo, multiplicarei os computadores nas escolas, com a ajuda de um apóstolo amigalhaço que por acaso tem uma fábrica de fazer dessas coisas. Chamar-lhe-ei Magalhães e com ele acenarei a todos no mundo, incluindo aquele outro gajo que gosta de irritar o rei de espanha, será pago por todos os Lusos e os lucros reverterão a favor do nosso irmão apóstolo, que dividirá em consciência, isto se quiser continuar a vender essas merdas claro.Acreditai em mim quando vos digo, não mais haverá crianças reprovadas nas nossas escolas." Nesta altura, um dos apóstolos questionou-o : " Mestre, e aquelas que não sabem o suficiente para passar de ano??" E o Filho da Rosa, a transbordar de ira, gritou-lhe de volta : " Descrente!!! Infiel!!! Se eu digo que são todas, todas serão!!! Acabam-se os tempos negros onde era preciso saber para ter aproveitamento!! Em verdade te digo duas coisas, começarei por mim, para vos dar o exemplo, e tirarei um curso ao fim de semana, sendo a última disciplina aprovada alguma que tenha Inglês por base. Vereis como não é preciso saber para passar e passareis a acreditar em mim!!!! E a segunda verdade que tinha para te dizer é que a Rosa já não tem confiança em ti. Não há lugar na Rosa para descrentes e pensadores individuais. Deixa o seio da nossa fé, estás excomungado e para sempre ostracizado no nosso meio. Só há uma palavra, a da Rosa, e a do Filho da Rosa!!!". Nisto levanta-se outro discípulo, tentando aproveitar a vaga de apóstolo que acabava de surgir e responde ao Salvador :" Mestre, mas isso são duas palavras!!!". E o Salvador, com calma se ergeu, aproximou-se do discípulo e abençoando-o com ambas as mãos em volta do seu pescoço disse-lhe : " Meu filho, a tua capacidade de contar é um elogio à nossa fé!! E para te mostrar o meu apreço vais-te juntar ao outro no quinto dos infernos, rápido e sem burburinho antes que mande a tua famíla também. Percebes-te minha besta???". E erguendo os olhos em volta, o Salvador dirige-se aos restantes discípulos e apóstolos, que enchiam o local do congresso , em voz firme e com um toque angelical : " E vós ??? Perceberam ??? Há a palavra da Rosa e a Minha. Quando eu falo , fala a Rosa!! E a Rosa não fala sem ser pela minha boca!!". Assim se veio a passar, que a palavra do Salvador passou a verbo, fazendo fé pelas terras Lusas.
Mas nem só de criancinhas vivia o Salvador. Um dia, passando o Salvador por um Templo da Justiça, escutou a voz dos hereges juizes que lá proclamavam sentenças, distribuindo opiniões sem sentido. Irritado, o Salvador entrou pelo Templo de rosa em punho, derrubando as secretárias( as de madeira, não as de pele e osso que entre elas havia seguidoras da Rosa) e a eles se dirigiu nestes termos : " Atentai nas minhas palavras fariseus!!! Acabaram os tempos das injustiças!!! Jamais voltareis a julgar com esses modos altaneiros Freeports destas terras. Jamais autorizareis escutas do Filho da Rosa, mesmo que haja robalos no caso, mesmo que hajam sucateiros envolvidos!!! Fareis isso em meu nome, isto se não quiserem seguir o mesmo caminho que os cabrões que levantaram a voz quando falei das criancinhas!!! Faça-se a vontade da Rosa!!!!" E assim se fez. E nunca mais os Templos da Justiça levaram as leis a sério. Mais milagres realizou o Filho da Rosa meus irmãos e minhas irmãs, mas agora é tempo de partir o pão , e dividir os bocadinhos por todos, que a fome aperta e o cinto já está no último furo. Noutro dia lembrarei mais milagres do Salvador....."


In " Memórias de uma Lusitana Rosa"

3 comentários:

A.C. disse...

Palavra do Senhor Filho da P... da Rosa... :)

Mene disse...

Os porcos também são filhos de Deus!!!!

Kaixas disse...

Muito bom!

SiteMeter

 
Copyright © 2010 Grupo de Jograis Universitários do Minho - Jogralhos. All rights reserved.
Blogger Template by
Licença Creative Commons
Jogralhos by Jogralhos is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.
Based on a work at jogralhos.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://jogralhos.blogspot.com/.