quinta-feira, novembro 04, 2010

Carta Aberta... outra

Cara Sra Ministra da Educação, Isabel Alçada:

Porventura, para sua sorte e azar nosso, ainda será Ministra da Educação quando ler esta humilde missiva. Permita-me em primeira mão, dar-lhe os parabéns por ter conseguido tão orgulhoso lugar, que por certo lhe irá permitir relatar as suas aventuras nos corredores do poder, num próximo livro da colecção "Uma Aventura". Colecção essa do qual fui fã quando era novo. E a qualidade dos seus livros permitiram-me aprender imensas coisas tais como: o dia tem 24 horas.

Bom, mas não é esse assunto que me fez escrever-lhe. Gostaria de lhe transmitir uma situação verídica e real de um caso de sucesso que o seu, e os anteriores governos, tiveram no panorama da Educação em Portugal.

Tenho uma sobrinha que se encontra a frequentar o segundo ano de escolaridade. Tem tido excelentes notas e o comportamento dela é irrepreensível. Por vezes, relata-me histórias das suas aventuras (lá está, Aventura) na escola.

No outro dia afirmou, em tom de desagrado, que o Américo (nome fictício), que é um miúdo que está constantemente a comportar-se mal, deveria ter ficado no 1º ano. Isto porque, segundo ela, não quer aprender, não sabe muitas coisas e distrai as restantes crianças com falta de educação. Mas de "Américos" está Portugal cheio, veja-se o caso do Primeiro-Ministro. Logo, não se trata de nada invulgar.

Invulgar foi a continuação da sua conversa. Diz esta criança de 7 anos que no outro dia a professora, para "castigar" o Américo, disse em voz alta na sala para ele fazer várias vezes a letra "T" (porventura de "tótó"). O que aconteceu, foi que o Américo nada fez e as restantes crianças, a pensar que a indicação era para elas, fizeram. Ficaram chateadas e furiosas, não com a professora, mas com o Américo. Tal como os portugueses quando ficam chateados com o P.M. depois de ele nos obrigar a pagar mais impostos enquanto que os bancos continuam a não pagar. Penso que está a acompanhar perfeitamente o meu raciocínio.

Na minha humilde opinião, isto prova duas coisas: para além de ter uma sobrinha espectacular ou não fosse eu o tio, prova que até uma criança de sete anos, competente e responsável, compreende que o sistema de ensino em Portugal não funciona e os senhores querem torna-lo ainda pior, deixando todos passarem de ano, incentivando a preguiça, vingando a ideia da lei do menor esforço e publicitando o "chico-espertismo" característico. O futuro deste Américo será por certo, um lugar catita na administração de uma empresa pública ou, quem sabe, ministerial.

Para terminar, deixe-me contar-lhe mais um episódio. A directora da escola, decidiu nomear vários assessores entre as crianças da escola. (Cá está, desde muito cedo a ser mostrado às crianças o carreirismo político). A minha sobrinha ofereceu-se voluntariamente. Infelizmente, não me perguntou previamente se seria boa ideia e lá se meteu nessa alhada. E pergunto-lhe eu: "Mas o que é que uma assessora na escola vai ter que fazer?" A resposta dela não podia ter sido mais clara: "Trabalhar!!" Cá está... um exemplo, Sra Ministra. Tão nova, e já sabe que É PARA TRABALHAR! Mas não se preocupe, com o retrato deste país, ela em breve vai aprender.

Mas curioso e na esperança de retirar algum proveito político e/ou monetário, característico destes cargos, insisti: "Mas para trabalhar em quê??" - "Não sei - diz ela - Só sei que segunda-feira já tenho uma reunião". Cheguei-me a assustar. Afinal, está já no bom caminho: reuniões sobre nada para decidir coisa alguma.

Desejo-lhe, Sra Ministra, imensas felicidades e despeço-me cordialmente.

2 comentários:

Kaixas disse...

Gostei do texto, mas fiquei com pena da tua sobrinha...

Jagunço disse...

Regista já a tua historia na SPA, porque depois de ler isto a Ministra vai escrever mais uma "Aventura" com o título: "Aventura na assessoria da escola"...
LOL

SiteMeter

 
Copyright © 2010 Grupo de Jograis Universitários do Minho - Jogralhos. All rights reserved.
Blogger Template by
Licença Creative Commons
Jogralhos by Jogralhos is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.
Based on a work at jogralhos.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://jogralhos.blogspot.com/.